Diário de Fim de Semana: Festival d'Été de Québec tá tendo!

Última semana de Québec. Tô naquela onda de estar feliz e triste. É normal? Difícil perceber como passou rápido, lembro exatamente do dia que cheguei aqui como se fosse ontem.

Lembro de chegar na cidade coberta de neve, com - 30°C e como se eu tivesse acabado de acordar do jetlag a cidade estivesse nos 30°C cheia de verde e vida. Louco.

Como foi o fim de semana/semana de vocês?


A Kissa voltou pro Brasil essa segunda, mas deu pra aproveitar muito semana passada também! Além do combo The Office, Parks and Rec, chocolate e cheetos, andamos bastante e descobrimos uns cantinhos bem legais pela cidade. 

Esse post vai ter muita foto. A cidade tá linda. Tá respirando amor! 





 Verão chegou com tudo aqui. Tem criança brotando e brincando na água. Dá vontade de pular junto com elas nessas fontes (ou o que quer que sejam).

Eu tinha visto estas instalações espalhadas pela cidade faz umas duas semanas, e não tinha me dado conta de que elas estão aqui por um simples motivo:

Começou o Festival d'Été de Québec!

O Festival de Verão é enorme, tem cerca de 300 espetáculos espalhados pela cidade, durante 11 dias (do dia 9 ao dia 19 de julho). Tem show aberto pra todo mundo e alguns que só com o passe você entra. O passe para todos os dias de festival custa uns CAD $ 90,00. 

Vale MUITO a pena. 

Esse ano por exemplo, vai ter show dos Rolling Stones. STONES POR $ 90,00. 




Palais Montcalm
Street Artists

Aparentemente eu estou no meu inferno astral mesmo. No primeiro dia eu queria ver o show do Vance Joy, que tem essa musica bem linda, e se você me conhece sabe que é exatamente o tipo de coisa que me encontraria escutando. Vi a programação mas alguma coisa no meu chip interno me disse que o show era no palco principal. 

Bem, fui pra lá e estava rolando música eletrônica. Pensei comigo, ok... vai ver que o show do Skrillex atrasou e daqui a pouco começa. Não. Eu errei de palco! HAHAHAHA 
Assisti 3 horas de Skrillex, Jack Ü e cia ltda. 

Cara, eu admiro muito quem faz música eletrônica, porque sei o trabalhão que dá produzir. Mas (me julguem) assistir um show - pra mim - é tipo ver um programador mostrar o projeto dele rodando. A mágica toda rolou toda antes, na trabalheira de programar. Podem começar a jogar pedras.

Fiquei lá compartilhando com as mães dos adolescentes (em massa) uma cara de quem não sabe o que está rolando. Tô velha.


O café mais legal do mundo!
Best Poutine EVAH!
Também teve o show do Foo Fighters sábado... Mas esse eu vou contar no diário de semana que vem, senão vai ficar o post mais longo de todos os tempos... Prévia: se você segue a página do Lila do Facebook já sabe como acabou! 

É isso pessu! 

Bisous de coeur apertadinho!

T. 

Share this:

, , ,

Comentários

2 comentários: